Palmeiras vai usar azul para homenagear Itália

Camisa será lançada no segundo semestre, quando clube comemora 95 anos, e pode substituir a verde-limão. Cor agrada também novo patrocinador

Daniel Akstein Batista, RIBEIRÃO PRETO, O Estadao de S.Paulo

23 de janeiro de 2009 | 00h00

O Palmeiras deve lançar no segundo semestre uma quarta camisa, em homenagem à Itália. De cor azul, o modelo ainda está em fase de estudos e seu lançamento deve ocorrer em agosto, mês em que o clube comemora 95 anos. Visite o canal do Paulistão A Samsung, nova patrocinadora, já gostou da ideia - o azul, inclusive, é a cor da empresa. "Tem uma nova camisa que eles projetaram, que é azul", confirma Luiz Gonzaga Belluzzo, diretor de planejamento do Palmeiras.O clube ainda estuda aposentar a camisa verde-limão, lançada em setembro de 2007 e que foi um enorme sucesso de venda. A ideia, no entanto, encontra objeções dentro do Palestra. "A mudança de camisa é importante, mas não vamos aposentar (a verde-limão)", diz Belluzzo. "Vamos ter mais uma (camisa) para os palmeirenses."Rogério Dezembro, diretor de marketing, confirma que o chamativo uniforme continuará sendo usado no primeiro semestre. "A verde-limão foi um item muito bem sucedido, a que mais vendeu no ano passado", explica. Quando a camisa azul for lançada, Dezembro avisa que, aí sim, a verde-limão pode sair do mercado por um tempo. Mas tudo é questão de estudo. "Vamos discutir com a fornecedora de material esportivo."O lançamento de um uniforme em homenagem à Itália é apenas um dos planos que o departamento de marketing prepara para 2009. Dezembro diz que o clube vai tentar idealizar um projeto de marketing ambiental que já está no papel e que fará um ambicioso modo para conquistar mais torcedores."É um novo modelo de torcedor oficial. Estudamos vários times e vamos fazer algo diferente e mais abrangente", diz o diretor. "Vamos extrapolar o ambiente do estádio, dar à torcida experiências que não estão à venda. Eles podem viajar com a equipe e ganhar camisas autografadas, por exemplo."Dezembro lembra do projeto anterior (Onda Verde), que chegou a atingir 15 mil credenciados para explicar o que esta por vir. "Aquele projeto não tinha grande inovação, era um modelo convencional. Teve um início bom, mas depois caiu."Quando assinou contrato com a Fiat, no ano passado, uma das ideias era o Palmeiras realizar um amistoso contra a Juventus, da Itália. O jogo não saiu por falta de data no calendário dos dois clubes, segundo Dezembro. Mas o plano de o Alviverde enfrentar algum clube que a Samsung patrocina segue firme. "Eles têm o Chelsea, um time na Coreia e outras equipes", declara. "Seria importante o Palmeiras divulgar sua marca na Coreia."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.