Palmeiras: vitória apertada na estreia

Equipe mostra desentrosamento, mas supera o Santo André por 1 a 0

Daniel Akstein Batista, O Estadao de S.Paulo

22 de janeiro de 2009 | 00h00

Foi uma tarde de estreias para o Palmeiras. Um bom início para quem defende o título estadual. Ainda em formação e desentrosado, o time de Vanderlei Luxemburgo fez 1 a 0 no Santo André, em Ribeirão Preto. No sábado, no mesmo Estádio Santa Cruz, tenta nova vitória contra o Mogi Mirim, com o reforço mais aguardado da temporada: o atacante Keirrison. Ouça os gols e mais detalhes do jogoCinquenta minutos antes do jogo, mascotes dos 20 times da Primeira Divisão entraram em campo. Festa para o pontapé inicial do Campeonato Paulista de 2009. Nos camarotes, o presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Paulo Del Nero, e o ministro do Esporte, Orlando Silva. No gramado, músicas, hino nacional, explosão de papel picado. Pena a festa ter pouco público: 12 mil pessoas.O Palmeiras foi a campo sob a desconfiança da torcida. O que esperar de uma equipe cujo ataque era até então uma incógnita? O começo do jogo não parecia nada promissor e o Santo André assustou o goleiro Bruno - o titular Marcos, realizando trabalho específico, só jogará na terceira rodada.Luxemburgo ainda terá muito trabalho para corrigir os erros do elenco. Ele, no entanto, ficou satisfeito com a atuação dos jogadores. "O Palmeiras começou a mostrar sua cara. Ainda falta entrosamento, mas a defesa se mostrou sólida quando o time ia para frente, não recebemos contra-ataques."Os estreantes zagueiros Mauricio Ramos e Danilo demonstraram personalidade, apesar de algumas falhas, e o meia Cleiton Xavier, em seu primeiro jogo, marcou o gol da vitória. Willians, nos seus 30 minutos iniciais pelo clube (entrou na segunda etapa na vaga de Lenny), também fez boas jogadas. "Não só eu, mas toda a equipe se portou bem em campo", declarou Willians. "Este time tem tudo para evoluir", diz Danilo.O entrosamento mínimo entre os jogadores custou a aparecer. Cleiton Xavier estava sumido até entrar na área e receber passe de Lenny, aos 43 minutos do primeiro tempo: 1 a 0. Belo gol. "Estava ansioso antes do jogo, normal", disse o herói da partida, bastante elogiado por Luxemburgo. "Ele fez o que fazia no Figueirense, aparecendo bem na área."O Santo André, até levar o gol, dominava a partida, mas só levava perigo em chutes de longa distância, principalmente com o ex-corintiano Marcelinho Carioca. Bruno, sempre bem posicionado, não deixou os torcedores sentirem falta de Marcos.O Palmeiras terá ainda várias mudanças. Armero e Keirrison já devem jogar no sábado. Edmilson, último reforço, estará pronto para atuar no fim do mês. O time ainda espera a recuperação de Marquinhos e Luiz Adriano deve ser contratado.Mesmo ainda em formação, o Palmeiras mostrou que pode e deve ser uma das forças do Estadual. Ainda é cedo para apostar as fichas no time de Palestra itália, mas, como disse Luxemburgo, o novo Palmeiras "já começou a mostrar sua cara".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.