Pan: CO-Rio vai receber mais R$ 103 milhões de governos

A organização dos Jogos Pan-Americanos 2007, no Rio de Janeiro, vai receber mais R$ 103 milhões, que serão fornecidos pelo Governo Federal, Governo do Estado e Prefeitura carioca, informou há pouco o ministro do Esporte, Orlando Silva, em entrevista no Palácio do Planalto. A decisão de liberar essa verba foi tomada nesta quarta-feira, em reunião de Orlando Silva e dos ministros da Fazenda, Guido Mantega, da Casa Civil, Dilma Rousseff, e do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, com o governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), e com secretários da Prefeitura carioca.Do total de R$ 103 milhões - destinados à conclusão da montagem da infra-estrutura dos jogos -, R$ 53 milhões serão liberados pelo Governo Federal, R$ 10 milhões pelo Governo do Estado e R$ 40 milhões pela municipalidade.Problemas com as autoridades do RioO ministro do Esporte, Orlando Silva, reconheceu ainda que aconteceram problemas na parceria entre o governo federal e autoridades do Rio de Janeiro para a organização e financiamento do Pan. Indiretamente, Silva isentou de responsabilidade pelos problemas o atual governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), e a atribuiu à ex-governadora Rosinha Matheus (PMDB). "O governador que acabou de assumir tem outra relação com o Pan, diferentemente do governo anterior", afirmou Silva. Orlando Silva evitou, também, crítica direta ao prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL). "Eu não seria justo com a Prefeitura do Rio, que tem feito todos os esforços para realizar os jogos", disse. Após a posse de Cabral, porém, disse Silva, a relação entre o governo federal e o estadual "mudou da água para o vinho."Texto atualizado às 19h22 para acréscimo de informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.