Pan: COB alerta Rio para falha no edital

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) alertou a Prefeitura do Rio para uma informação inadequada nas especificações da pista de atletismo na concorrência aberta para a construção do Estádio Olímpico do Engenho Novo, sede do Pan-Americano de 2007, ao custo de R$ 97,2 milhões. A especificação do aviso de licitação 0029, da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer e da Rio-Urbe, cita a marca de um fabricante de pisos sintéticos, o que poderia direcionar a concorrência. O texto pede uma pista de "manta pré-fabricada modelo Regupol 7608, AG-Super Track 13 mm ou similar". Embora fale em similar, especialistas entendem que não seria necessário citar marcas. A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) tem uma lista de 15 empresas, de todo o mundo, que produzem o material com a qualidade exigida para pistas de certificado classe 1. Já o Regupol, citado no edital, é marca de uma empresa alemã. A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) confirmou que o COB alertou a Prefeitura. "Várias empresas no mundo são credenciadas para fazer esse tipo de pista", disse o presidente da CBAt, Roberto Gesta de Melo. A entidade não foi consultada, mas indicou, a pedido do COB, um especialista da IAAF que virá ao Brasil este mês.

Agencia Estado,

02 de julho de 2003 | 20h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.