Pan para o basquete vai ser só treino

Para a seleção brasileira masculina de basquete, o Pan-Americano de São Domingos, na República Dominicana, será uma ponte para o torneio mais importante do ano, o Pré-Olímpico. Uma medalha no Pan - a disputa do basquete será entre 2 e 9 de agosto - nem está em discussão. Se vier, melhor. Mas o plano é usar a competição como parte da preparação para o Pré-Olímpico de Porto Rico - num torneio que terá forças do esporte como Estados Unidos e Canadá, a glória para o Brasil será ficar entre os três primeiros colocados e garantir vaga no seleto grupo que disputará a Olimpíada de Atenas, em 2004. A seletiva olímpica começa no dia 20 de agosto, após o Pan, e será um desafio enorme para a seleção brasileira masculina, que não se classificou para os Jogos de Sydney, em 2000."Vamos ao Pan com força máxima, pensando na competição como um treinamento para o Pré-Olímpico", diz o técnico Aluísio Ferreira, o Lula. "Sempre fazemos amistosos antes de jogos importantes. Desta vez, usaremos o Pan para dar ritmo de jogo ao time, ainda que os adversários decidam não levar força máxima." Lula também confirmou que combinou com o técnico Larry Brown, dos Estados Unidos, a realização de um jogo-treino, em San Juan, contra a seleção dos profissionais da NBA que disputará o Pré-Olímpico. Embora observe que terá o mesmo time nos dois torneios, Lula confirma que o pivô Maybyner Nenê Hilário, que atua no Denver Nuggets, na NBA, não disputará o Pan. Nenê encontrará a seleção no dia 10 de agosto, já em Porto Rico. Os atletas que estão jogando na Europa, como o armador Marcelinho e o ala Guilherme, na Itália, e o pivô Anderson Varejão, na Espanha, não terão problema para se apresentar a tempo de disputar o Pan-Americano. Lula fez uma convocação ampla e reunirá a seleção a partir do dia 16 de junho. Uma parte do grupo fará uma excursão à China, enquanto o restante permanecerá treinando no Brasil. Na volta, o técnico definirá a equipe que vai ao Sul-Americano do Uruguai, de 21 a 27 de julho. "Poderemos usar algum jovem valor, mas o time que irá ao Pan será o mesmo que disputará o Pré-Olímpico." Lula acha que o clima de São Domingos, que deverá estar úmido e quente, será o mesmo que os jogadores encontrarão em Porto Rico. Quanto à precariedade dos alojamentos que os atletas poderão encontrar na vila pan-americana e outros problemas que poderão aparecer na organização dos Jogos, Lula confia nas providências do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), responsável pela missão que irá ao Pan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.