Pancadaria de torcidas suspende jogo no ABC

Confronto entre corintianos e palmeirenses marca final de torneio de futsal em São Bernardo

O Estadao de S.Paulo

02 de abril de 2008 | 00h00

A decisão do Troféu Cidade de São Paulo de futsal entre Corinthians e Palmeiras terminou em pancadaria, ontem à noite, no Ginásio Poliesportivo de São Bernardo. Uma briga generalizada das torcidas paralisou o jogo aos 11 segundos do segundo tempo, quando o placar estava 1 a 1 - Dengue abriu o marcador para o Corinthians, enquanto Ligeiro empatou para o Palmeiras. Gilberto Rodrigues, vice-presidente da Federação Paulista de Futsal, suspendeu a partida. "Não há a mínima condição de o jogo continuar. Amanhã (hoje) nos reuniremos para tomarmos as providências. Lamento muito e peço desculpas", disse o dirigente. A tendência é de que o restante do jogo seja disputado sem a presença de público, em local a ser definido.Os torcedores já se ameaçavam antes da partida. No intervalo, o clima piorou e as torcidas tentaram se aproximar, mas foram impedidas pela ação de 70 policiais da Guarda Civil de São Bernardo, que precisou usar spray de pimenta e bombas de gás. Um policial, no meio da confusão, conseguiu amenizar o clima ao disparar um tiro de sua carabina, quando a quadra já havia sido invadida. Os jogadores, desesperados, seguiram para os vestiários, acompanhados de seus familiares.Os torcedores saíram do ginásio e retornaram armados com pedaços de madeira, de pedras e de cadeiras. A Guarda Civil, com apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil, respondeu da mesma forma e a briga prosseguiu do lado de fora.Marco Antonio Paula Santos, chefe da Polícia Civil de São Bernardo, disse que nenhuma ocorrência havia sido feita até as 23 horas no 2º DP. Assim como nenhum ferido foi registrado e nenhum torcedor, preso. "A gente diz que precisa ter time de camisa. Querem transformar o futsal em olímpico, mas deste jeito não dá", lamentou o corintiano Alê.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.