Para a torcida, ganhar o clássico virou obrigação

Cobranças no jogo contra o Bahia e no lançamento do filme Soberano 2 colocam pressão para o jogo contra o Corinthians

FERNANDO FARO, O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2012 | 03h08

SÃO PAULO. SEM DOR, LUIS FABIANO DEVE COMEÇAR O CLÁSSICO

Enquanto a bola ainda rolava contra o Bahia pela Copa Sul-Americana, a torcida dava seu recado para os jogadores: "Não é mole não, ganhar no domingo virou obrigação". Além de enfrentar um rival de peso, o São Paulo encara a pressão de sua própria torcida para o clássico contra o Corinthians, no Pacaembu. De quebra, tem contra si um retrospecto negativo: seis derrotas seguidas na casa alvinegra.

Os atletas tiveram uma amostra da ansiedade da torcida na estreia do filme Soberano 2, que relembra a conquista do tricampeonato mundial em 2005. No evento, que contou com a participação de praticamente todo o elenco e membros da diretoria, os atletas ouviram dezenas de pedidos por vitória. "É normal. Queremos muito esse resultado. Mas não adianta só falarmos aqui fora e não conseguirmos colocar isso dentro de campo", afirmou o zagueiro Rhodolfo.

Jadson por Ganso. A volta da delegação santista ao Brasil, após o primeiro jogo da Recopa Sul-Americana, deve reaquecer as conversas sobre a contratação por Paulo Henrique Ganso.

A diretoria do Santos afirmou publicamente que não aceita a proposta de R$ 10,7 milhões pelos 45% dos direitos do atleta e não abre mão de receber os R$23,8 milhões a que tem direito. Dentro do clube, no entanto, existem correntes pedindo que o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro reveja sua posição e aceite jogadores. Um dos nomes sugeridos foi Jadson, mas o São Paulo deseja incluir apenas o lateral Juan no negócio.

Os dirigentes são-paulinos mantêm o otimismo e esperam resolver a negociação em uma conversa pessoal com Luis Alvaro. Juvenal Juvêncio conversou com o colega recentemente, mas não entrou em detalhes sobre o jogador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.