Para capitão, time deixa a Rússia de cabeça erguida

A equipe brasileira sentiu bastante a derrota para a Rússia. O capitão João Zwetsch e Ricardo Mello tiveram de fazer força para segurar as lágrimas. Mas pelo menos Thomaz Bellucci e companhia puderam sair de cabeça erguida de Kazan. Estiveram muito perto de vencer uma das potências da modalidade, fora de casa, com a torcida totalmente contra no último e decisivo dia. "Não conseguimos vencer e chegar ao Grupo Mundial, mas foi importante para nós lutar de igual para igual com o time russo. Isso já foi uma grande vitória para nós", afirmou Zwetsch. "Sinto-me orgulhoso."" Gustavo Kuerten elogiou a postura do time. "Batemos na trave de novo, mas a equipe jogou muito bem, surpreendeu. Faltou literalmente o detalhe", escreveu no Twitter.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.