Elise Amendola/AP
Elise Amendola/AP

Para Clijsters, Olimpíada é como 'excursão escolar'

Experiente, tenista belga estreia em Jogos Olímpicos às vésperas de sua aposentadoria do esporte

AE-AP, Agência Estado

27 de julho de 2012 | 11h58

LONDRES - Aos 29 anos, a tenista Kim Clijsters já viveu muita coisa no mundo do esporte. Venceu quatro torneios do Grand Slam, uma vez a Fed Cup, liderou o ranking mundial em simples e em duplas, se aposentou, voltou ao Circuito vencendo o US Open e se tornou a primeira mãe a assumir a ponta do ranking mundial. Mas a belga nunca participou de uma edição dos Jogos Olímpicos.

Isso está prestes a mudar, uma vez que Kim já está em Londres para estrear na chave de simples sábado, não antes das 11h30 locais (7h30 de Brasília), contra a italiana Roberta Vinci. A veterana revela que está curtindo como uma garota a experiência, que começou com uma viagem de trem até Londres com a delegação belga.

"Eu me sinto como se estivesse indo para uma viagem da escola. Foi muito divertida a viagem e foi emocionante. Depois de estar em um turnê por 15 anos, ter uma experiência como essa é fantástico", comentou Clijsters, nesta sexta.

A temporada é a última da carreira da belga, que vai parar de jogar depois do US Open. E por isso ela quer aproveitar cada momento do que está vivendo. "Eu estou ansiosa para começar a sentir como é a atmosfera olímpica. Realmente não estou pensando na aposentadoria até que chegue esse dia. Eu estou aqui porque eu quero jogar tênis", completou Clijsters.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.