Para curar as feridas

Com ambiente conturbado depois da insatisfação de Kaká ao ser seguidamente substituído e da irritação de Cristiano Ronaldo com o "individualismo" de Higuaín, o líder Real Madrid tenta curar as feridas contra o Valladolid. Mais tranquilo, o vice-líder Barcelona recebe o perigoso Valência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.