Para evitar fuga, Breno é preso na Alemanha

Jogador do Bayern de Munique, que perdeu a casa em um incêndio na terça-feira, é suspeito de ter cometido o crime

MUNIQUE, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2011 | 03h03

O zagueiro Breno foi preso ontem, preventivamente, na Alemanha. O brasileiro é suspeito de incendiar a própria casa. A polícia alemã o deteve porque temia que o jogador pudesse fugir da cidade de Munique.

O ex-são-paulino, hoje no Bayern de Munique, está sendo investigado como possível culpado pelo incêndio. "Existe uma investigação de incêndio culposo sobre o senhor Vinicius Rodrigues Borges (nome completo de Breno), porque os peritos têm a opinião de que o fogo não surgiu de um evento aleatório", afirmou o promotor Thomas Steinkraus-Koch, que levantou a tese de incêndio intencional, ao jornal TZ, de Munique.

O problema na casa do jogador ocorreu na madrugada de terça-feira, quando Breno estava sozinho, no quarto de hóspedes, de acordo com laudo do Corpo de Bombeiros. Na noite do incêndio, Breno, a mulher, filho e outras duas crianças foram acolhidos na casa do lateral brasileiro Rafinha, que também joga no Bayern. A casa ficou destruída e o prejuízo é calculado em 1 milhão (cerca de R$ 2,48 milhões).

Segundo a imprensa alemã, o zagueiro teria passado a última noite na dependência psiquiátrica do Instituto Max Plank. O próprio Bayern confirmou a outro jornal local, o Muenchner Merkur, que aconselhou o atleta a procurar ajuda psicológica.

Defesa. Na noite de ontem, o presidente do Bayern, Uli Hoeness, saiu em defesa do jogador: "Colocar o jovem na cadeia é algo que eu considerava impossível. É verdade que ainda não sabemos o que de fato ocorreu, mas o jeito que as autoridades estão conduzindo o caso é inaceitável." Hoeness anunciou que o zagueiro deve ser enviado de volta ao Brasil assim que deixar a prisão, para sair da linha de fogo que se formou em torno do caso.

Formado nas categorias de base do São Paulo, Breno foi campeão brasileiro com o time em 2007 e se transferiu para o Bayern em 2008, com 18 anos. Desde que chegou à Alemanha, não conseguiu se firmar como titular e disputou apenas 20 jogos pelo time bávaro. Na temporada passada, foi emprestado ao Nuremberg, que ocupa atualmente a 9.ª colocação da Bundesliga.

O Bayern de Munique venceu ontem o Bayern Leverkusen por 3 a 0 e segue líder do Alemão, com 18 pontos em 7 jogos (veja resultados na página).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.