Tom Szczerbowski/USA Today Sports
Tom Szczerbowski/USA Today Sports

Para Formiga, ouro no Pan é resposta às críticas após Mundial

Tricampeã pan-americano, atleta diz que título era questão de honra

MARCIO DOLZAN, ENVIADO ESPECIAL A TORONTO, O Estado de S. Paulo

25 de julho de 2015 | 22h57

Tricampeã dos Jogos Pan-Americanos, a volante Formiga disse após a goleada por 4 a 0 sobre a Colômbia, neste sábado, que o ouro em Toronto era uma resposta às críticas que a equipe sofreu após ser eliminada precocemente do Mundial Feminino, no mês passado, também no Canadá.

"Para encerrar minha participação em Pan-Americano, nada melhor do que ser campeã e levar essa medalha, para coroar esse trabalho que vem desde o ano passado. Ficamos tristes com a saída do Mundial. A gente realmente não esperava sair daquele jeito e a gente fechou com uma resposta para aqueles que nos criticaram e não sabem um terço do nosso trabalho. A gente realmente luta e mata um leão a cada dia", declarou a capitã do time em Toronto.

Com a conquista, Formiga chegou à quarta medalha consecutiva em Pan. Foi a terceira de ouro - e a última da volante, que pretende encerrar a sua carreira na seleção nos Jogos do Rio-2016. "Tem que deixar algo positivo para aquelas que estão vindo aí. O próximo Pan, quem ficar, terá essa recordação de muita luta e muito trabalho, principalmente de minha parte. Peço muitas para essas meninas não desistirem nunca, independente do resultado de que for", comentou.

Autora do primeiro gol sobre a Colômbia e uma das destaques do jogo, Formiga foi discreta ao comentar sua atenção. "Acredito que fiz algo pra ajudar. Quando não dá na habilidade, tem a raça e a vontade".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.