Para jogadores, 'apagão' no 2º tempo foi fatal

Um 'apagão' sofrido pela equipe nos primeiros minutos do segundo tempo foi a justificativa apresentada pelos jogadores da seleção brasileira para o empate de ontem em Genebra.

O Estado de S.Paulo

22 de março de 2013 | 02h07

"Entramos desligados no segundo tempo. Eles dominaram a partida. Não conseguimos reagir e eles empataram o jogo. A gente não pode levar um empate ganhando de 2 a 0. Serve de aprendizado para a gente melhorar nas próximas partidas", disse o volante Fernando, que fez ontem a sua estreia como titular.

O zagueiro David Luiz usou a mesma desculpa para explicar o resultado. "Entramos desligados no segundo tempo. Eles dominaram a partida, criaram oportunidades e infelizmente não conseguimos pará-los. A gente sabe que 2 a 0 é um resultado perigoso, mas vacilamos e eles chegaram ao empate", afirmou o jogador do Chelsea.

Visivelmente irritado, o goleiro Julio Cesar reclamou da marcação e dos erros cometidos pelo sistema defensivo, mas preferiu não citar nomes. "Os dois gols foram mais de erros nossos do que de méritos deles. Nos lances em que eles tiveram méritos, eu consegui me sair bem. Mas os dois gols foram em lances que erramos. Não gosto de falar, é coisa interna, vamos conversar entre a gente." / A.L.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.