Para Massa, decepção. Para Rubinho, otimismo

Piloto da Ferrari lamenta 10ª posição no grid enquanto o da Williams espera marcar seus primeiros pontos no ano

Livio Oricchio, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2011 | 00h00

O vencedor do GP da Turquia em 2006, 2007 e 2008, largando sempre na pole position, Felipe Massa, não escondeu a insatisfação com o décimo lugar no grid. Com os avanços incorporados à Ferrari, desejava largar mais à frente. "Na primeira parte do treino (Q1) meu carro estava lento com os pneus duros e pedi um jogo mole a fim de me garantir no Q2, mesmo sabendo que isso me prejudicaria no Q3." Massa precisou trocar o motor antes da classificação e corre com a mesma unidade da Malásia e China.

Com apenas um jogo de pneus moles no Q3, o brasileiro arriscou numa freada e perdeu tempo. "Vi que não melhoraria e voltei lento para os boxes a fim de economizar aquele jogo de pneus." Como Alonso, disse que os novos posicionamentos dos canos de escape e aerofólios dianteiro e traseiro tornaram o carro "mais rápido e equilibrado".

Barrichello ficou feliz com o 11º lugar. "Posso começar a corrida com um jogo (de pneus) novo, o que pode me favorecer ." Sua meta é conquistar os primeiros pontos para a Williams. "Nunca estivemos numa situação melhor este ano. Mas infelizmente longe da que planejávamos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.