Para TV venezuelana, Hitler se recusou a dar medalha a Phelps

Um locutor da televisão venezuelanabateu o recorde mundial da confusão olímpica ao relacionar numasó frase o ditador alemão Adolf Hitler, o jovem nadadornorte-americano Michael Phelps e os Jogos Olímpicos deMunique-72. A "aula" --que já faz sucesso na Internet-- foi dada pelocomentarista Willie Toledo, da Televisão Social Venezuelana(TVes, um canal público), a propósito de apresentar a prova dos4 x 100 metros na natação dos Jogos de Pequim. "Nunca nos Jogos Olímpicos nenhum mortal, nenhum ser vivopôde alcançar a cifra de oito medalhas douradas. Unicamente oconseguiu Michael Phelps nos Jogos Olímpicos de Munique, no anode 1972, lá na Alemanha de Hitler, onde ele (Hitler) não quisnem mesmo lhe dar as medalhas", explicou Oviedo. O narrador confundiu Phelps, de 23 anos, com Mark Spitz, umoutro nadador norte-americano, que em Munique-72 se tornou orecordista absoluto de medalhas de ouro numa só edição dosJogos, com sete vitórias --até ser superado pelos oito ouros dePhelps em Pequim. Mas na confusão entrou também a outra Olimpíada ocorrida naAlemanha, a de Berlim-36, em que Hitler preferiu não estarpresente nas cerimônias de premiação, pois o atleta negronorte-americano Jesse Owens desmentia nas pistas asuperioridade da "raça ariana". Questionada pela Reuters, a TVes não quis comentar se anarração de fato foi ao ar, mas criticou as montagens feitas naInternet. Espalhando-se como pólvora por blogs, fóruns e email, anarração acumula dezenas de milhares de visitas no YouTube(http://www.youtube.com/watch?v=jZEItFOKlHc). A TVes é vistacom antipatia pela oposição ao presidente Hugo Chávez, porque ocanal ocupa a frequência antes utilizada pela RCTV, que faziacríticas ao governo e não teve sua licença renovada, em maio de2007. (Por Enrique Andrés Pretel)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.