Paraolímpica: Brasil ganha 5 medalhas

O Brasil foi muito bem no primeiro dia de provas do Aberto de Natação Paraolímpica, que está sendo realizado em Minneápolism nos Estados Unidos. Apesar de a organização da competição ter optado por reunir todas as deficiências e utilizar o sistema canadense de premiação, a delegação brasileira conquistou cinco medalhas: uma de ouro, duas de prata e duas de bronze. O destaque foi o fenômeno Clodoaldo Silva, que levou ouro nos 200m livre, com o tempo de 3m02s91, prata nos 150m medley, com o tempo de 2m45s76, e bronze no 50m costas com 50s14. ?O campeonato está muito difícil, mas eu espero que a minha medalha de ouro seja o caminho para muitas outras e, com certeza elas virão, porque a delegação está muito bem preparada? ? disse Clodoaldo.Os atletas Genezi Alves e Marcelo Collet também ganharam medalhas. O potiguar Genezi Alves, conterrâneo de Clodoaldo Silva, ficou com o bronze nos 150 medley, com o tempo de 3min27s72. Já Collet ficou com a prata nos 800m livre, terminando a prova em 9m24s78, quebrando o recorde sul-americano.A delegação brasileira ainda tem os atletas Adriano Lima, Edênia Garcia, Adriano Galvão, Gledson Soares, Ivanildo Vasconcelos, Luis Silva, Anselmo Alves, Rodrigo Machado, Mauro Brasil, Joon Sok Seo, Carlos Farrenberg, Danilo Glasser, André Meneghetti, Fabiana Sugimori, Jourdan Lutkus, José Afonso Medeiros e Fabiano Machado.O Aberto dos Estados Unidos é uma das mais importantes competições deste ano para a natação paraolímpica e será uma prévia do Mundial da África do Sul, a ser disputado de 27 de novembro a 9 de dezembro de 2006. O Mundial definirá os nadadores que estarão na Paraolimpíada de Pequim, em 2008.

Agencia Estado,

09 de dezembro de 2005 | 16h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.