Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Patinador brasileiro é assaltado antes da viagem ao Pan

Marcel Sturmer perdeu todo o seu material de competição em um assalto em Porto Alegre

AMANDA ROMANELLI, Agência Estado

16 de outubro de 2011 | 15h20

Às vésperas de viajar para o México, onde tentará o tricampeonato da patinação artística nos Jogos Pan-Americanos, o patinador brasileiro Marcel Sturmer perdeu todo o seu material de competição em um assalto em Porto Alegre, onde mora.

"Eu estava saindo de casa e minha treinadora, Jaqueline Nonnenmacher, tinha colocado todo o nosso material no carro. Aí chegou uma pessoa, colocou uma arma na cabeça dela e levou o carro", disse Marcel, na tarde deste domingo, em São Paulo, quando embarcava para o México. O patinador não perdeu seus documentos. "A sorte é que eu estava com a mochila nas costas. Senão teria perdido até o passaporte e nem poderia viajar."

A principal preocupação de Marcel é com os seus patins. "A fabricante, Rye Sports, conseguiu me enviar um par novo em uma hora, enquanto eu ia para o aeroporto. A sorte é que tinha forma, tudo certinho lá. A grande dúvida, agora, é me adaptar", contou o patinador, cuja participação no Pan de Guadalajara começa no próximo domingo.

Segundo Marcel, o processo de adaptação aos patins é longo. "Eu demoro muito tempo para me adaptar, porque os patins precisam pegar a forma do pé. É um material duro, que machuca. Eu nunca competi com patins novos. O mínimo de tempo que eu troquei de patins antes de uma competição foi de três ou quatro meses. Agora, vou ter quatro treinos de no máximo uma hora", contou.

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) já informou que irá fornecer uma roupa de competição para Marcel Sturmer poder disputar o Pan de Guadalajara.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.