Bernard Armangue/AP
Bernard Armangue/AP

Patinador dá primeiro ouro ao Japão nos Jogos Olímpicos de Sochi

Yuzuro Hanyu, de 19 anos, somou 280.09 pontos nos programas curto e livre da competição masculina

AE, Agência Estado

14 de fevereiro de 2014 | 17h37

SOCHII - Potência olímpica nos Jogos de Verão, o Japão conquistou só nesta sexta-feira, no sétimo dia de competições em Sochi, a sua primeira medalha de ouro nesta edição dos Jogos de Inverno. E o responsável pelo feito foi o jovem Yuzuro Hanyu, de apenas 19 anos, que venceu a disputa masculina da patinação artística.

Na soma do programa curto (realizado na quinta) e do programa livre, nesta sexta, Hanyu somou 280.09 pontos, sendo o melhor em ambas as apresentações. O pódio foi todo oriental, com a prata do canadense de origem chinês Patrick Chan e o bronze do casaque Denis Ten. Nascido no Ceará e adotado quando criança, o francês Florent Amodio terminou apenas na 18.ª colocação, perdendo quatro posições com relação ao primeiro dia de provas.

Só outros três países ganharam medalhas de ouro nesta sexta-feira. A Bielo-Rússia faturou duas: com Darya Domracheva, no biatlo de 15km, e no esqui aerials estilo livre, com Alla Tsuper, veterana de 34 anos que surpreendeu todo mundo. Na temporada, em cinco etapas de Copa do Mundo, não havia passado de um nono lugar.

Na prova do aerials, que teve a brasileira Josi Santos em último, a prata ficou com a chinesa Mengtao Xu, atual campeã mundial, seguida da australiana Lydia Lassila, que foi campeã olímpica em Vancouver/2010.

A Suíça também ganhou duas medalhas de ouro nesta sexta. Foi ao alto do pódio com Sandro Viletta, na prova de super combinado do esqui alpino, e com Dario Cologna, na prova clássica de 15km do esqui cross country, a mais tradicional da modalidade.

No skeleton, que é a descida individual no tobogã de gelo mergulhado no trenó (no luge o atleta vai de barriga para cima), a vitória no feminino ficou com Elizabeth Yarnold, da Grã-Bretanha, somando o primeiro ouro dos britânicos - a segunda medalha. Estados Unidos e Rússia completaram o pódio.

QUADRO DE MEDALHA

A Alemanha continua folgada na frente, apesar de ter passado em branco nesta sexta. Tem 10 medalhas, sendo sete de ouro. A Suíça, também com bom aproveitamento, agora é segundo, com sete no total e cinco de ouro.

Logo abaixo aparecem países que foram mais vezes ao pódio, mas que não têm tantos ouros. Canadá, Noruega e Estados Unidos, os três favoritos a liderar o quadro geral antes do inícios dos Jogos, têm quatro de outro. Os canadenses ficam à frente porque têm cinco de prata e duas de bronze (11 no total) contra três de prata e seis de bronze de noruegueses e norte americanos (13 no total).

A Holanda também zerou nesta sexta-feira, uma vez que não houve disputa na patinação em velocidade, também tem quatro de ouro, mas fica atrás dos rivais pelo número de medalhas de bronze (apenas cinco, com 12 no total). A Bielo-Rússia assumiu o sétimo lugar, com três ouros e quatro no total, com a Rússia apenas em oitavo (dois ouros, 12 no total).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.