Satiro Sodré/Divulgação/CBDA
Satiro Sodré/Divulgação/CBDA

Patrícia Amorim garante Cielo no Flamengo em 2011

Dirigente diz que, se preciso, usará dinheiro do clube para manter o atleta na Gávea por mais uma temporada

Valéria Zukeran, O Estado de S.Paulo

05 de dezembro de 2010 | 00h00

César Cielo pode viajar quarta-feira para o Kuwait, onde fará aclimatação para o Mundial de Piscina Curta de Dubai (Emirados Árabes Unidos), um pouco mais tranquilo. Seu contrato com o Flamengo termina em dezembro e a presidente do clube, Patrícia Amorim, garantiu ao Estado, por meio de sua assessoria, que nada impedirá o nadador de ficar na Gávea por mais uma temporada, mesmo que seja necessário abrir os cofres do clube.

Na quinta-feira, em Guaratinguetá, onde disputava o Campeonato Brasileiro e o Open de piscina curta - e de onde saiu com três ouros, nos 50 m borboleta e nos 50 m e 100 m livre -, o nadador comentou sua situação. Revelou que seu contrato termina no fim do ano e ainda não havia sido chamado para discutir a renovação, o que esperava acontecer na volta do Mundial de Dubai, que será realizado de 15 a 19 de dezembro. Cielo não escondeu o desejo de permanecer no Flamengo. "Até porque não gosto da ideia de ficar de lá para cá a cada temporada."

O nadador, no entanto, também se mostrou consciente de que, sem a garantida de um papel assinado, defender o clube carioca por mais um ano dependerá da vontade de sua principal dirigente. "O meu futuro hoje é o Mundial de Dubai. Depois, tem de perguntar à Patrícia." A resposta foi rápida. "Se for esse o caso, não depende de mais nada", informou a assessoria da presidente rubro-negra. "Patrícia vai conversar com Cielo antes do final do ano". A proposta deverá ser a manutenção do acordo atual.

No entanto, o acerto poderia ter um empecilho: dinheiro. O Flamengo, que há anos não vive grande fase financeira, admite que nem todos os patrocinadores que hoje ajudam a bancar Cielo estão garantidos. Para 2011, porém, um deles, pessoa física, já teria se mostrado disposto a manter o investimento. A ideia, segundo informa a assessoria, é renovar com os atuais patrocinadores ou, se for necessário, captar novos. Se as investidas não derem certo, Patrícia garante o campeão olímpico e mundial "mesmo que seja necessário usar dinheiro do clube."

A missão de garantir patrocinadores, no entanto, não parece ser das mais complicadas pois, ao contrário deste ano, quando o principal evento do calendário de Cielo foi o Torneio Pan-Pacífico, 2011 será marcado por eventos de boa repercussão, como o Mundial de Desportos Aquáticos, de 24 a 31 de julho em Xangai, e os Jogos Pan-Americanos, de 14 a 30 de outubro em de Guadalajara.

Esquema. Cielo tem uma rotina de trabalho estabelecida. Quando está no Brasil, o nadador se reveza entre São Paulo e o Rio contando com a assessoria de um técnico em cada cidade, respectivamente Alberto Silva, o Albertinho, com quem trabalhou no Pinheiros por muitos anos, e Marco Veiga, o Marcão, atual treinador do Flamengo. Em São Paulo, Cielo treina em uma academia, enquanto no Rio usa as piscinas disponíveis aos atletas da Gávea.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.