Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Paulinho desfalca seleção brasileira contra a Itália

Volante está com uma entorse no tornozelo esquerdo, sofrida durante a vitória sobre o México

ROBSON MORELLI - Enviado especial, Agência Estado

21 de junho de 2013 | 16h17

SALVADOR - O volante Paulinho vai desfalcar a seleção brasileira na partida contra a Itália, neste sábado, em Salvador, na Fonte Nova, na última rodada do Grupo A da Copa das Confederações. O jogador está com uma entorse no tornozelo esquerdo, sofrida durante a vitória por 2 a 0 sobre o México, na última quarta-feira, e foi vetado pelo departamento médico.

Paulinho reclamou de dores durante a partida e ficou detectado que ele sofreu uma entorse. Assim, o volante realiza tratamento com os fisioterapeutas da seleção brasileira, Luiz Alberto Rosan e Odir de Souza, ficou fora do treinamento desta sexta-feira e trabalha para ter condições de participar das semifinais da Copa das Confederações.

Na quinta-feira, o médico José Luiz Runco havia adiantado que iria esperar 24 horas para ver como Paulinho reagiria ao tratamento inicial. Se a resposta não fosse boa, ia pedir para que o jogador não enfrentasse a Itália neste sábado. Além disso, o coordenador técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, tinha admitido que alguns jogadores poderiam ser poupados no duelo na Fonte Nova.

O técnico Luiz Felipe Scolari ainda não confirmou o substituto de Paulinho diante da seleção italiana, mas Hernanes é o favorito para ganhar uma chance no meio-de-campo da seleção brasileira neste sábado, pois o jogador da Lazio entrou durante o segundo tempo das duas partidas já disputadas pela equipe na Copa das Confederações.

Já o zagueiro David Luiz, que sofreu uma fratura no nariz durante o triunfo sobre o México, participa normalmente do treinamento desta sexta-feira da seleção brasileira no Estádio de Pituaçu e vai enfrentar a Itália no sábado, como era esperado.

Com seis pontos, Brasil e Itália estão classificados antecipadamente para as semifinais da Copa das Confederações. Assim, o duelo deste sábado serve para definir o primeiro colocado do Grupo A. A seleção brasileira, com saldo de gols superior, precisa apenas do empate para garantir a liderança da chave.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.