Paulo Fonseca/EFE
Paulo Fonseca/EFE

Paulinho sofre luxação no cotovelo e desfalca Vasco na final do Carioca

Atacante está fora do jogo decisivo com o Botafogo, domingo, às 16h, no Maracanã

Estadão Conteúdo

05 de abril de 2018 | 14h58

O atacante Paulinho sofreu uma luxação no cotovelo esquerdo e desfalcará o Vasco na decisão do Campeonato Carioca contra o Botafogo, domingo, às 16 horas, no estádio do Maracanã. A lesão aconteceu no empate sem gols com o Cruzeiro na quarta-feira, no Mineirão, pela segunda rodada do Grupo E da Libertadores.

+ Cruzeiro e Vasco empatam e conquistam 1º ponto em grupo da Libertadores

O departamento médico do Vasco ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto e também não deu prazo de retorno aos gramados. O lance da contusão aconteceu aos 25 minutos do segundo tempo após disputa de bola com o volante Henrique.

Paulinho caiu de mau jeito e teve o cotovelo deslocado. Ele chorou muito no gramado e foi levado até a ambulância. Lá, os médicos conseguiram colocar o braço do atleta no lugar e ele acompanhou o restante da partida no banco de reservas, com o local da contusão imobilizado.

SEM DESCANSO

O elenco do Vasco já voltou aos treinos na manhã desta quinta-feira, ainda em Belo Horizonte, de olho na decisão do Carioca. A equipe venceu o Botafogo no jogo de ida por 3 a 2 e agora garante o título com um empate.

O elenco realizou um trabalho na academia do hotel. A sessão de exercícios durou pouco mais de uma hora. O preparador físico Ricardo Henriques comentou sobre o curto período de recuperação entre um jogo e outro.

"A batida está muito forte, mas sabíamos que iríamos passar por isso. Desde a nossa classificação diante do Fluminense para a final do campeonato, nós tínhamos noção do que iríamos encontrar. O que temos procurado fazer é recuperar bem os jogadores que estão com uma 'minutagem' alta. Estamos focados nisso e trabalhando forte em conjunto com o departamento médico, a parte de nutrição e o setor de psicologia. Queremos chegar no domingo bem fortes para fazermos um bom jogo e conquistarmos o que tanto queremos", informou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.