Jean-Christophe Bott/EFE
Jean-Christophe Bott/EFE

Paulo André fica em 4º em sua bateria e está fora da final dos 100m no Mundial

Brasileiro largou, mas não conseguiu manter o ritmo na primeira bateria e falhou na tentativa de ser finalista

Redação, Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2019 | 14h26

O Brasil não terá representante na final dos 100 metros masculino no Mundial de Atletismo, que está sendo realizado em Doha, no Catar. Paulo André fez o tempo de 10s14, ficou em quarto lugar na primeira série e em 12.º no geral e não conseguiu avançar à final.

O brasileiro largou, mas não conseguiu manter o ritmo na primeira bateria e falhou na tentativa de ser finalista e conquistar uma marca abaixo dos 10 segundos. Se tivesse repetido a sua melhor marca pessoal - 10s02 -, o brasileiro teria ficado com o terceiro tempo no geral.

"Achei que estava até bem num momento da prova, mas, em seguida, acho que por falta de maturidade, eu vi o pessoal chegando, fiz força a mais, acabei travando a musculatura e fiquei um pouco para trás", disse Paulo André em entrevista ao canal SporTV.

A bateria com Paulo André, primeiro brasileiro a chegar nesta etapa depois de 24 anos, repetindo o feito de Robson Caetano em Gotemburgo-1995, foi vencida pelo norte-americano Christian Colleman, único atleta presente nas três baterias a correr abaixo dos 10 segundos (9s88). Os astros Yohan Blake, da Jamaica, e Justin Gatlin, dos Estados Unidos, atual campeão mundial, também avançaram à final, ao contrário de Michael Rodgers, não se classificou.

BRASILEIRO NA FINAL

Se Paulo André não teve êxito nos 100 metros rasos, Alison dos Santos brilhou com o segundo melhor tempo geral (48s35) e avançou à final dos 400 metros com barreiras. O brasileiro venceu a sua bateria e, no geral, só ficou atrás do norueguês Karsten Warholm (48s28).

"A gente almejava uma final. Não é meu único objetivo. Acabei cometendo uns erros que atrapalharam o tempo final. Mas mostra que eu estou pronto. Tenho muito a mostrar ainda", afirmou o finalista ao SporTV.

Campeão nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, Alison, conhecido como Piu, tem a quinta melhor marca do mundo no ano e é o sétimo no ranking mundial. Ele vai disputar a final nesta segunda-feira.

100 METROS FEMININO

O Brasil não terá representantes na semifinal dos 100 metros rasos feminino. Vitória Rosa fez a marca de 11s41 e terminou em quinto lugar na sua bateria. Rosângela Santos, finalista no último Mundial de Londres, em 2017, teve um tempo um pouco melhor (11s32), mas também não passou da quinta colocação na bateria e não passou de fase.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.