Pedrinho não reclama por sair

O meia Pedrinho, principal nome da vitória santista sobre o Goiás, reconhece que mereceu ter sido afastado do time contra o Figueirense. Em vez de reclamar do técnico, o jogador exaltou sua recuperação e o resultado positivo. "O Vanderlei sempre me ajudou e não é verdade que brigamos", afirmou. "Respeito as decisões do técnico e por isso acharam que eu estava chateado", disse. "Ele me pediu para jogar aberto pela esquerda porque o Goiás estava marcando bem pelo meio. E, como sempre, procurei jogar bem", comentou. Durante a semana, Luxemburgo não quis comentar o afastamento de Pedrinho e disse que o assunto era "problema do treinador." Rodrigo Tabata, que também estava afastado do elenco, festejou o segundo gol. "Os três pontos são muito importantes para conseguirmos a vaga na Libertadores", constatou. Obviamente.

Sanches Filho, O Estadao de S.Paulo

28 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.