Pedro Carmona já quer estrear contra o Avaí, domingo

Meia de 23 anos acompanhava os jogos do time para decorar os nomes dos colegas. 'É a chance da minha vida'

Daniel Akstein Batista, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2011 | 00h00

A solução para a falta de gols do Palmeiras pode estar no pé esquerdo de Pedro Carmona. Não que ele seja especialista em finalizações, mas o novo meia do time promete colocar seus companheiros na cara do goleiro adversário. "A assistência é uma das minhas características", disse o atleta de 23 anos, que deve estrear contra o Avaí, domingo, em Florianópolis.

Pedro Carmona chegou ontem ao Palestra Itália. Realizou exames médicos pela manhã e, horas depois, já treinou com os novos companheiros. Pouco antes do primeiro trabalho, ele disse ao Estado que está ansioso para vestir a camisa alviverde. "Faz mais de um mês que teve a sondagem do Palmeiras. E só depois é que me caiu a ficha, é a oportunidade da minha vida."

Para não desperdiçar a tão sonhada chance, o meia precisou até entrar na Justiça. "Infelizmente teve de ser assim, não podia perder uma oportunidade dessas", disse. "No meu contrato com o Criciúma tinha uma cláusula que me liberaria caso tivesse uma proposta, mas eles não quiseram aceitar. Não fiz nada de errado", contou o jogador, cujos direitos pertenciam ao São José-RS. Ele foi contratado em definitivo pelo Palmeiras, com um contrato até dezembro de 2012 e opção de renovação por mais um ano e meio.

Luiz Felipe Scolari tem mais três dias de trabalho para armar a equipe, até o jogo contra o Avaí. A esperança de Pedro Carmona aumenta quando ele lembra da situação de Fernandão. O atacante mal havia chegado ao clube e ganhou chance de jogar no clássico contra o Corinthians - e foi dele o gol da única vitória do time nas últimas 10 partidas no Brasileiro. "Estrear bem é tudo o que eu quero", disse o meia, que será apresentado oficialmente amanhã, na Academia.

Sem Valdivia, machucado, e Patrik, suspenso, Felipão tem apenas duas opções para a vaga de meia armador: Tinga, que não tem atuado bem, e agora Pedro Carmona, que espera seu nome sair no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF para estrear.

Apesar de não jogar há mais de duas semanas, o reforço garante estar bem preparado fisicamente. "Eu vinha treinando em Porto Alegre", avisou.

Estudo. Para não fazer feio no novo clube, Pedro tratou de assistir aos últimos jogos do Palmeiras. "Acho que já sei o nome de todos os jogadores", contou. "Quando surgiu a especulação que eu viria para cá, já comecei a acompanhar as partidas do time. A não ser que tenha alguém parecido com outro, não vou errar nome nenhum", brincou.

Outra baixa

O lateral Cicinho sofreu uma torção no tornozelo direito e vai ficar parado de quatro a seis semanas. Paulo Henrique, reserva imediato na posição, ainda não estreou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.