Pelas paredes

CASA DE PEDRAAltos: o esporte fortalece braços, desafia a coragem e é praticado ao ar livre. Baixos: segurar-se nas pedras estraga mãos e unhasNão conte com mãos lisinhas. Quem escolhe a escalada como esporte precisa se libertar da vaidade. Em compensação, a atividade que deixa as mãos ?cascudas? proporciona ganhos além do fortalecimento dos músculos de braços e pernas: desafia você a se superar. Com a vantagem de fugir do clima de academia."Não dá para usar luvas porque prejudica a sensibilidade", avisa Alexandre da Silva, montanhista há 20 anos e dono da Casa de Pedra. O estudante Alexandre Rajagopalen, 26, já tem as mãos calejadas: escala até seis vezes por semana. "Faço por diversão - é um bom esporte para praticar com amigos", explica. Marjorie Locks, 26, resolveu encarar o desafio há um mês e meio e não reclama. "Nunca fui de academia e essa é uma maneira diferente de fazer exercícios", diz a modelo. "Por enquanto, só senti dor, mas estou gostando", garante. A escalada trabalha o corpo todo, principalmente os membros superiores - mas deve ser complementada com outra atividade, como a caminhada. "Só quem é profissional pode ter problemas como tendinite. Quem faz por diversão não corre esse risco", tranquiliza Silva. R. Venâncio Aires, 31, Água Branca, 4063-5898. 16h/23h (sáb., dom. e fer., 14h/20h).Para chegar ao topoTop RopeÉ o tipo mais comum, indicado para iniciantes. Enquanto uma pessoa escala, outra estica a corda e faz a segurança.Escalada guiadaPara os mais experientes. O escalador passa a corda por ganchos enquanto avança. Permite uma inclinação negativa maior.BoulderFeita em parede pequena muito inclinada e complexa. Não precisa de equipamento, só colchão para eventual queda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.