Pelé pede o Corinthians como base da equipe

Pelé tem uma saída para o atraso da seleção brasileira na definição de um time titular. "O Corinthians poderia ser utilizado como base. Outros jogadores, como o Neymar, que é uma peça única e muito importante, renderiam muito mais se estivessem junto com essa base."

O Estado de S.Paulo

19 de março de 2013 | 02h08

O conselho do Rei foi dado ontem à tarde, em um evento organizado pela Volkswagen, que está comemorando 60 anos de presença no Brasil (leia mais na página B14). Para celebrar a data, a patrocinadora da seleção selecionou seis craques de épocas diferentes do futebol. Além de Pelé, estão na ação publicitária Rivellino, Raí, Cafu, Lucas e Neymar.

A opinião de Pelé sobre o atraso na formação da seleção foi compartilhada por Rivellino. "Nós ainda não temos um time. Precisamos parar de fazer experiências. "

Pelé sustenta sua opinião na situação vivida antes da Copa de 70, quando a equipe era criticada pela falta de esquema tático. "A saída foi pegar os dois melhores times da época - Santos e Botafogo - e montar a equipe."

Raí afirma que, mesmo com essa solução emergencial, o Brasil terá dificuldades. "Do ponto de vista técnico, os europeus evoluíram muito. O Brasil não evoluiu tanto em tática e organização dentro de campo."

Felipão assumiu a seleção em novembro, no lugar de Mano Menezes. Até agora, perdeu um amistoso para a Inglaterra em fevereiro. Antes da Copa das Confederações, terá seis jogos: Itália, Rússia, Bolívia, Chile, Inglaterra e França. /GONÇALO JUNIOR.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.