Josep Lago/AFP
Josep Lago/AFP

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Pep Guardiola continua 'revolução' e pode forçar saída de Agüero

Treinador amarga quatro jogos sem vitória pelo Manchester City

O Estado de S.Paulo

21 Outubro 2016 | 09h22

A goleada de 4 a 0 sofrida pelo Manchester City contra o Barcelona ainda repercute na Inglaterra. Segundo a imprensa local, o técnico Pep Guardiola estaria insatisfeito com as atuações de Kun Agüero e estaria começado um processo de 'fritura' do jogador, para que ele deixe o clube.

Mesmo sendo artilheiro neste começo de passagem do treinador espanhol em Manchester, com 11 gols em 10 partidas disputadas, o argentino seria forçado a procurar um novo clube. Algo semelhante já aconteceu com outras duas estrelas da milionária equipe desde o começo da temporada. Depois de começar a pré-temporada como reserva, Joe Hart foi emprestado ao Torino, da Itália, enquanto Yaya Toure não deixou o clube, mas tem ficado de fora da lista de relacionados para os jogos.

Em sua edição de hoje, o Mirror classifica a atitude como 'a revolução Guardiola' e lembra que esta não é a primeira vez que o treinador entra em confronto com grandes estrelas. Em sua época de Barcelona, Guardiola foi fundamental para as vendas de Eto'o e Ibrahimovic. 

Além da já confirmada chegada de Gabriel Jesus em janeiro, outros nomes já são especulados para substituir o camisa 10. Pierre-Emerick Aubameyang e Antoine Griezmann seriam prioridades.

Depois de conquistar o melhor começo da história do City, com 10 vitórias em 10 jogos, o catalão vem enfrentando problemas. São dois empates e duas derrotas nas últimas quatro partidas, que colocam em risco a primeira posição do campeonato inglês ameaçada e a segunda posição do grupo C da Liga dos Campeões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.