Pequena karateca só quer descansar

Ela vai passar o dia na piscina do flat onde se hospeda em São Paulo. Sara Malvar Mauá se dedica hoje ao descanso. Merece: acaba de conquistar, em Santiago, no Chile, duas medalhas para o karatê do Brasil. Foi campeã na categoria kata (coreografia de lutas) e ficou com a prata em kumitê (a própria luta). O Brasil também conquistou o vice-campeonato em kumitê (luta) com a equipe feminina e ficou em quarto lugar em kata por equipes. Para a pequena karateca, de apenas 9 anos de idade, que se cuida como atleta profissional e treina como gente grande, foi o cumprimento de mais uma meta rumo a seu maior objetivo no esporte: ser campeã mundial. Já é campeã sul-americana.Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

03 de outubro de 2002 | 09h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.