Pequim 2008 prevê dobrar o lucro

Os organizadores dos Jogos Olímpicos dePequim em 2008 esperam arrecadar mais de US$ 1 bilhão compatrocínio, quase o dobro que registrado em Atenas, segundo informa a agência Xinhua. "As perspectivas do programa de publicidade são bastantepositivas. Gostaríamos de registrar a entrada de US$ 1 bilhão empatrocínio, embora reste ainda muito por fazer para atingirmos essenúmero", avaliou o vice-presidente executivo do Comitê Organizadordos Jogos Olímpicos de Pequim (Bocog), Jiang Xiaoyu. O subdiretor do departamento de marketing do Bocog, Lai Ming,ressaltou que o "último incentivo" à campanha publicitária dosJogos de 2008 veio por meio das cinco mascotes olímpicas apresentadasrecentemente, os "Fuwa" (bonecos da felicidade). As mascotes dos Jogos de Sydney (2000) e Atenas (2004) geraramlucros de mais de US$ 200 milhões. Pequim poderia chegar aos US$300 milhões, segundo especialistas entrevistados pela agência Xinhua. Além disso, nos próximos meses serão concedidas licenças paranovas linhas de produtos com os "Cinco Amigos", como roupasesportivas, artigos de escritório e artesanato. Até o momento, o Bocog assinou acordos com 10 empresasassociadase oito patrocinadores, sem contar com os patrocinadores TOP, quemantêm um acordo direto com o Comitê Olímpico Internacional (COI)não apenas para os Jogos Olímpicos de 2008, mas também para outros. Segundo o diretor de publicidade do órgão, Yuan Bin, alguns dospatrocinadores chineses pagam tarifas inclusive mais caras que osTOP, principal fonte de benefícios do COI. Os organizadores dos Jogos de Pequim em 2008 também realizamuma pesquisa pela internet na qual os participantes devem selecionar,entre uma lista de 20, as dez notícias mais destacadas sobre ospreparativos da Olimpíada, no site www.beijing2008.com.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.