Pequim: cavaleiro norueguês tenta recuperar medalha perdida

O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) anunciou nesta quarta-feira ter recebido um recurso do norueguês Tony Andre Hansen, que perdeu a medalha de bronze na prova de salto por equipes do hipismo nos Jogos Olímpicos de Pequim pelo doping de seu cavalo.A punição foi anunciada pela Federação Internacional de Hipismo (FEI) no último dia 22 de dezembro. Ele pegou uma suspensão de quatro meses e meio pelo positivo da montaria, durante a competição.Com a perda dos pontos, a Noruega caiu para o quarto lugar e cedeu a medalha à Suíça. Estados Unidos e Canadá foram ouro e prata, respectivamente. O TAS espera ter uma resolução sobre o caso em cerca de quatro meses.No último mês de dezembro, a FEI criou uma comissão antidoping para o esporte, depois da detecção de seis positivos em cavalos que participaram dos Jogos Olímpicos de Pequim - entre eles Rufus, do brasileiro Rodrigo Pessoa, e Chupa Chup, de Bernardo Pessoa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.