AP
AP

Pequim promete melhorar qualidade do ar para Jogos de 2022

Capital chinesa é candidata para sediar a competição de inverno

Estadão Conteúdo

25 Março 2015 | 12h05

Os membros da candidatura de Pequim aos Jogos de Inverno de 2022 garantiram nesta quarta-feira que o conhecido problema de poluição na capital da China estará amenizado a tempo da Olimpíada. O vice-presidente do comitê de candidatura, Zhang Jiandong, disse que a qualidade do ar em áreas rurais para as competições de esqui já estão muito bons. O problema, segundo ele, está na área urbana de Pequim, onde ficará a Vila dos Atletas, além das arenas indoor de patinação, hóquei e curling.

Zhang disse que o centro urbano de Pequim deve ter uma redução de 25% na poluição, através de um plano de cinco anos, iniciado em 2013, de fechamento de usinas de energia movidas a carvão e outros grandes poluidores. "Tudo somado, temos a confiança na capacidade das medidas adequadas para melhorar constantemente a qualidade do ar em Pequim", afirmou Zhang.

Em 2017, Pequim terá reduzido a quantidade de carvão queimado na cidade a 10 milhões de toneladas, em comparação com as 23 milhões de toneladas de 2013, disse Zhang. O governo da cidade de Pequim está gastando 48 bilhões de yuans (aproximadamente R$ 24,3 bilhões) no esforço para combater a poluição e planeja fechar mais 200 fábricas altamente poluentes este ano, além de 400 que foram fechadas em 2014, explicou Zhang.

No segundo dia de uma viagem de inspeção de cinco dias, os membros do comitê de avaliaçãO do COI visitaram Yanqing, onde os eventos do esqui alpino e do skeleton seriam realizados. 

Juntamente com a poluição, Pequim tenta atenuar as preocupações sobre a falta de neve natural e os cerca de 200 quilômetros de distância entre algumas instalações - para isso, já foram iniciados os trabalhos de instalação de uma linha ferroviária de alta velocidade que vai reduzir o tempo de viagem aos subúrbios do norte de Pequim para apenas 50 minutos.

Os inspetores do COI realizaram em fevereiro uma visita a Almaty, outra cidade que deseja sediar a Olimpíada de Inverno de 2022. O comitê escolherá a sede do evento no dia 31 de julho, em Kuala Lumpur, na Malásia. Pequim tenta se tornar a primeira cidade a organizar Jogos de Inverno e de Verão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.