Pequim será sede das Olimpíadas 2008

A capital da China, Pequim, venceu a votação do Comitê Olímpico Internacional e será a sede dos Jogos Olímpicos de 2008 pela primeira vez. Ela foi escolhida em detrimento de Toronto (Canadá), Paris (França), Istambul (Turquia) e Osaka (Japão), recebendo 56 votos do COI. Toronto ficou na segunda colocação, com 22 votos, seguido de Paris, com 18, e com 9 votos para Istambul. Osaka foi desclassificada na primeira rodada de votação, com apenas 6 votos.A vitória de Pequim superou todas as críticas sobre a questão dos direitos humanos na China. Os membros do COI acreditam que a realização dos Jogos em território chinês deverá abrir o país ao mundo, melhorando justamente essa situação, além de acelerar as reformas econômicas.Pequim venceu as eleições sete anos após ter perdido para Sydney, por apenas 2 votos, as eleições para os Jogos Olímpicos de 2000. A principal causa da derrota: a questão dos direitos humanos. Este ano, novamente na disputa, a China recebeu críticas e muitas manifestações de ativistas, que argumentaram que entregar os Jogos Olímpicos ao regime chinês seria recompensar a brutalidade e a repressão, além da ocupação do Tibet.Os membros do COI - e alguns políticos -, no entanto, abraçaram a posição de que os Jogos Olímpicos promoveriam mudanças na China, país de 1,3 bilhão de habitantes.Toronto e Paris fizeram suas campanhas, denominando seus países como ?risco zero?. Toronto disse que seria a melhor opção para os atletas. Paris tentou chamar a atenção para o fato de ser uma região turística. A cidade canadense, no entanto, esbarrou em uma controvérsia causada pelo seu prefeito, Mel Lastman, que disse temer um evento olímpico na África, argumentando que ?não gostaria de ficar dentro de um caldeirão de água fervente, com alguns nativos dançando em volta de mim?. Membros africanos do COI levantaram esse fato hoje, durante a apresentação de Toronto ao comitê. Oficiais canadenses afirmaram que Lastman já tinha pedido desculpas.Paris, por sua vez, não conseguiu convencer os membros a manter os Jogos Olímpicos na Europa pela terceira vez, depois da realização dos Jogos de Verão em 2004, em Atenas (Grécia), e dos Jogos de Inverno em 2006, em Turim (Itália).A vitória de Pequim foi a primeira das duas maiores decisões a serem tomadas pelo COI. Na próxima segunda-feira, o comitê vai eleger o sucessor de Juan Antonio Samaranch, que vai se aposentar após 21 anos na presidência da entidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.