Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Pequim vai derrubar favelas em nome do ´ambiente olímpico´

Autoridades de Pequim anunciaram que a cidade vai realizar uma espécie de "operação limpeza" de janeiro a julho do ano que vem, com o objetivo de demolir construções ilegais e em condições degradantes, com o objetivo de criar um "melhor ambiente olímpico" na cidade para a Olimpíada de 2008, que será disputada de 8 a 24 de agosto.Segundo informações da agência "Xinhua", trata-se de casas e lojas construídas de forma ilegal na área menos desenvolvida da cidade, semelhantes às favelas brasileiras. Ao todo, uma área de 3,3 quilômetros quadrados deve ser demolida. O governo chinês também pretende limpar lixões, pavimentar estradas nos subúrbios e criar espaços verdes na área.Segundo as autoridades, o projeto de urbanização será realizado de forma cautelosa, para evitar a repetição de conflitos sociais ocorridos anteriormente. Mas não foi informado onde viverão as famílias que hoje ocupam a área que será demolida.Prevenção à saúdeA Cruz Vermelha da China e da Hong Kong afirmou nesta terça-feira que pretende dar noções de primeiros socorros a cerca de 180 mil habitantes de Pequim, o equivalente a 2% da população da cidade, com o objetivo de auxiliar se houver necessidade de atendimento a turistas durante os Jogos.A prioridade será dada a motoristas, policiais e funcionários de hotéis, parques e lojas. Os portadores do diploma em primeiros socorros terão prioridade na escolha dos voluntários para o evento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.