Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Pesquisa Estado escolhe os destaques de 2014 no esporte

37ª edição do levantamento ouviu 145 jornalistas de todo o Brasil para escolher quem se destacou em diferentes modalidades

O Estado de S. Paulo

13 de dezembro de 2014 | 07h00

Pelo 37º ano consecutivo o Estado foi em busca de jornalistas de todo o Brasil para saber opiniões e eleger os destaques do esporte no ano de 2014. Participaram da Pesquisa Estado 145 profissionais de imprensa de jornais, sites, rádios e TVs de todo o Brasil com respostas em formulários enviados para as redações. Os resultados trazem novidades entre os ganhadores, como o surfista Gabriel Medina, e selecionaram os melhores do futebol brasileiro.

SELEÇÃO DO ANO

O campeão brasileiro de 2014 deu as cartas na escolha dos melhores do ano da Pesquisa Estado. O Cruzeiro colocou quatro atletas no time ideal: o goleiro Fábio, o lateral-direito Mayke, o volante Lucas Silva e o meia Éverton Ribeiro. A seleção teve também representantes de outras equipes que terminaram o Brasileirão nas primeiras posições, como São Paulo, Corinthians, Atlético-MG e Grêmio.

Fábio (Cruzeiro); Mayke (Cruzeiro), Gil (Corinthians), Leonardo Silva (Atlético-MG) e Zé Roberto (Grêmio); Souza (São Paulo) , Lucas Silva (Cruzeiro), Ganso (São Paulo) e Éverton Ribeiro (Cruzeiro); Guerrero (Corinthians) e Diego Tardelli (Atlético-MG).

SELEÇÃO BRASILEIRA IDEAL

Ao que parece, a seleção brasileira escalada por Dunga caiu realmente no gosto dos jornalistas que votaram na Pesquisa Estado. A formação é basicamente a mesma que o treinador mandou a campo nos amistosos que o Brasil disputou depois da Copa do Mundo. Apesar do vexame protagonizado pela seleção na semifinal do Mundial, a maioria dos jogadores que estiveram no torneio continua em alta.

Jefferson (Botafogo); Danilo (Porto), Miranda (Atlético de Madrid), David Luiz (Paris-Saint-Germain) e Filipe Luís (Chelsea); Luiz Gustavo (Wolfsburg), Fernandinho (Manchester City), Willian (Chelsea) e Oscar (Chelsea); Neymar (Barcelona) e Diego Tardelli (Atlético-MG).

JOGADOR

A Copa do Mundo não foi o que Neymar queria, mas o prestígio do craque continua inabalável. Cada vez mais à vontade no Barcelona, o atacante revelado pelo Santos não encontra rivais no País. Com nada menos do que 135 de 146 votos possíveis, Neymar foi eleito o melhor jogador do Brasil pela quarta vez consecutiva na Pesquisa Estado, igualando o recorde de Careca (de 1986 a 1989), e nada indica que a vitória de 2014 foi a última do craque.

TÉCNICO

O ano passado foi excelente para o Cruzeiro, mas assim mesmo Marcelo Oliveira conseguiu motivar o elenco e fazê-lo repetir em 2014 o desempenho de 2013. Sob o comando dele, a equipe tirou do Atlético-MG o título do Estadual e conquistou o bicampeonato brasileiro com a maior pontuação desde que o torneio passou a ter 20 clubes, em 2006. Nem mesmo a derrota na final da Copa do Brasil impediu Marcelo de vencer a eleição, com 90 votos.

EQUIPE

O domínio do futebol mineiro em 2014 se refletiu na Pesquisa Estado. Somente os dois maiores times de Belo Horizonte receberam votos e, na rivalidade particular, o Cruzeiro levou a melhor, com 120 votos. Neste ano, a equipe voltou a conquistar o Brasileiro com folga, além de levar o título do Mineiro, chegar à decisão da Copa do Brasil e ser o time do País com a melhor campanha na Libertadores.


REVELAÇÃO

Até o começo da temporada, o pequenino e veloz atacante Erik, do Goiás, era um mero desconhecido. Após terminar o Brasileirão como o artilheiro do time, com 12 gols, ele virou objeto de desejo de diversos clubes grandes. O jogador recebeu 40 votos na eleição.

TÉCNICO INTERNACIONAL

O italiano Carlo Ancelotti devolveu a soberania europeia ao Real Madrid e foi agraciado com 43 votos. O treinador transformou o time espanhol em uma máquina de contra-atacar e conquistou a sonhada décima taça da Liga dos Campeões ao bater o Atlético de Madrid.

ÁRBITRO

Na função mais contestada do futebol, saiu premiado quem apitou na Copa. Sandro Meira Ricci, com 25 votos, foi lembrado principalmente pelo jogo entre França e Honduras, em que se tornou o primeiro juiz a validar um gol com o auxílio da tecnologia em Mundiais.

JOGADOR INTERNACIONAL

Não importa que Portugal tenha sido um fiasco na Copa do Mundo. Cristiano Ronaldo brilhou tão intensamente com a camisa do Real Madrid que foi eleito pelo segundo ano consecutivo o melhor jogador estrangeiro do ano na Pesquisa Estado, com 96 votos. 

Em 2014, Cristiano Ronaldo marcou uma enorme quantidade de gols, de todas as maneiras possíveis e imagináveis. E esses gols colocaram o Real no caminho de seu décimo título da Liga dos Campeões da Europa, o primeiro do clube desde 2002. Assim como no ano passado, em 2014 o português levou a melhor em seu já clássico duelo com Lionel Messi.

TIME INTERNACIONAL

Liderado por Cristiano Ronaldo, o Real Madrid triunfou na Liga dos Campeões. A vitória sobre o Atlético de Madrid na final foi emocionante, mas a atuação que ficará na história é a espetacular goleada por 4 a 0 sobre o Bayern, em Munique, na semifinal. Uma aula de futebol do Real, que teve 109 votos.

DIRIGENTE

Pelo segundo ano seguido, Alexandre Kalil foi escolhido o melhor dirigente do ano na Pesquisa Estado. Com seu jeito debochado, o agora ex-presidente do Atlético-MG fez uma reformulação no time e ganhou a Copa do Brasil. Ele recebeu 50 votos.

DESTAQUE MASCULINO

Em 2014, o Brasil descobriu que tem um surfista com talento suficiente para deixar para trás as grandes feras do esporte, inclusive o mito Kelly Slater. Gabriel Medina, escolhido por 59 eleitores, recebeu elogios entusiasmados até mesmo de seus concorrentes e chegou à última etapa do circuito mundial, que está sendo disputada no Havaí, na condição de principal favorito ao título. Nunca o Brasil esteve tão próximo de ver um de seus surfistas no topo do mundo.

DESTAQUE FEMININO

Mayra Aguiar passou muito tempo lutando por um grande título e falhando em momentos decisivos, mas em 2014 a história mudou. A gaúcha teve um desempenho brilhante no Mundial de Cheliabinsk, na Rússia, e voltou para casa com a medalha de ouro da categoria até 78 quilos. Ganhadora do bronze na Olimpíada de Londres, Mayra (que teve 51 votos) espera que a conquista do título mundial a leve a um lugar mais alto no pódio dos Jogos do Rio, em 2016. 

DESTAQUE MASCULINO INTERNACIONAL

Lewis Hamilton passou boa parte da temporada da Fórmula 1 atrás de seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, mas uma arrancada na reta final do campeonato deu ao talentoso inglês o seu segundo título mundial. Ele foi eleito com 58 votos.

DESTAQUE FEMININO INTERNACIONAL

Os anos passam e Serena Williams continua reinando no tênis. A americana, que teve 64 votos, ganhou em 2014 "apenas" um título de Grand Slam, o do Aberto dos Estados Unidos, mas assim mesmo se manteve soberana no ranking mundial, bem à frente das concorrentes.



Confira também os votos da pesquisa realizada com os internautas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.