Victor R. Caivano/AP
Victor R. Caivano/AP

Peterhansel vira líder no penúltimo dia do Rali Dacar

Francês fez ultrapassagem estratégica diante do então líder Nani Roma

AE, Agência Estado

17 de janeiro de 2014 | 16h17

LA SERENA - O francês Stephane Peterhansel deu o bote na hora certa e ficou perto de conquistar seu 12.º título no Rali Dacar - foram seis ainda quando competia nas motos. No penúltimo dia de disputa da prova, ele venceu a 12.ª etapa, nesta sexta-feira, e ultrapassou o espanhol Nani Roma, assumindo a liderança na classificação geral dos carros. Agora, só precisa chegar na frente do rival neste sábado, quando acontece o percurso de apenas 157 quilômetros entre as cidades chilenas de La Serena e Valparaíso.

Nani Roma liderava a prova desde a quinta etapa, mas Peterhansel vinha reduzindo a diferença consistentemente nos últimos dias até conseguir ultrapassar o rival. Nesta sexta-feira, o francês foi o mais rápido no percurso de 350 quilômetros de trecho cronometrado entre as cidades chilenas de El Salvador e La Serena, com o tempo de 3h38min19. Assim, acabou com a desvantagem de 5min32 que tinha para o espanhol, terceiro colocado do dia, e ainda ficou 26 segundos na frente da classificação.

Ao contrário do que acontece na equilibrada disputa dos carros, o título nas motos já está praticamente definido. Líder desde a quinta etapa, o espanhol Marc Coma vem aumentando diariamente a sua vantagem sobre os rivais. Depois de chegar em segundo lugar nesta sexta-feira, atrás apenas do francês Cyril Despres - a vitória foi com o tempo de 3h58min18 para o percurso de 350 quilômetros -, ele abriu agora uma diferença de 1h59min49 sobre o vice-líder, seu compatriota Jordi Viladoms.

Depois de percorrer mais de 9 mil quilômetros, passando por Argentina, Bolívia e Chile, o Rally Dakar acaba neste sábado, com a realização da 13ª e última etapa, que conta com 157 quilômetros para carros e motos. Assim, serão conhecidos os campeões da mais famosa e tradicional prova de off road do mundo. Para os brasileiros, porém, a disputa já acabou: todos os seis representantes do Brasil que largaram no dia 5 de janeiro - duas duplas nos carros e dois pilotos nas motos - abandonaram antes do fim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.