Phelps bate adversários e recorde dos 200 m borboleta

O norte-americano Michael Phelps triturou seus adversários e o recorde mundial dos 200 metros borboleta, nesta quarta-feira, no 12.º Mundial de Esportes Aquáticos disputado em Melbourne, Austrália. Phelps cravou a impressionante marca de 1min52s9. O recorde anterior pertencia a ele mesmo, com 1m53s71, conseguido no dia 17 de fevereiro de 2007 em Columbia, nos Estados Unidos. Na prova desta quarta-feira o chinês Peng We ficou com a prata, com o tempo de 1min55s13. O russo Nikolay Skvortsov, com 1min55s22, completou o pódio.A maior redução do recorde desta prova foi obtida em duas ocasiões pelo americano Mike Troy no final da década de 50. No mesmo dia, 11 de julho de 1959, em Los Altos (Califórnia), Troy nadou em2min19s0 e diminuiu o recorde mundial, que era do americano William Yorzyk (2min21s3), em 2s30. Troy depois reduziu a própria marca em 2s60, ao nadar os 200 m borboleta em 2min16s40. "Eu mesmo me surpreendi (com a quebra do recorde), nadei muito rápido. Queria nadar em 1min52s, mas não esperava conseguir. Mostrou que minha forma física é muito boa", disse Phelps.O recorde é o segundo quebrado pelo nadador neste Mundial, depois de ter alcançado, na véspera, o resultado de 1min43s86 nos 200 m livre, baixando o tempo do australiano Ian Thorpe (1min44s06). Esta foi também a terceira medalha de ouro do nadador na competição.Phelps se tornou o primeiro nadador a ganhar três medalhas de ouro consecutivas em Mundiais na prova dos 200 m borboleta. Ele venceu a final em Fukuoka (Japão), em 2001, com 1min54s58.Dois anos depois, nadou em 1min54s35, em Barcelona, e esta noite, com 1min52s09.Nas provas de borboleta, o norte-americano tem duas pratas nos 100 m: em 2003 (51s10) e em 2005 (51s65). A final da distância em Melbourneserá disputada no sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.