Ronald Martinez/AFP
Ronald Martinez/AFP

AO VIVO

AeroFla: acompanhe o embarque do Flamengo para a disputa do Mundial de Clubes

Phelps brilha nos EUA e faz tempo que daria 6º lugar no Mundial

Maior campeão olímpico faz bom tempo nos 200 metros borboleta

Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2015 | 18h33

Longe do Mundial de Kazan, Michael Phelps deu uma demonstração de força nesta sexta-feira no campeonato nacional dos Estados Unidos. O supercampeão olímpico liderou as eliminatórias dos 200 metros borboleta, uma de suas especialidades, com o tempo de 1min55s15, marca que o levaria para a final da prova no Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo disputado na Rússia.

Phelps não apenas avançaria à final dos 200m borboleta, como também bateria em sexto lugar, deixando dois rivais para trás. O resultado surpreende porque o americano estava aposentado e não completará nem metade do ciclo olímpico, visando os Jogos do Rio, em 2016, como fazem seus principais rivais.

"Me sinto bem. A batida foi bem decente. Foi uma boa manhã de natação. Eu não sei quantas vezes eu nadei para 1min55s baixo em uma manhã", comentou Phelps, que ainda busca sua melhor forma desde que voltou a competir em abril do ano passado - ele se aposentara ao fim dos Jogos Olímpicos de Londres, em agosto de 2012.

Phelps vem fazendo seu retorno de forma gradual nos últimos meses. Assim que retomava as competições, acabou sendo punido com suspensão de seis meses por dirigir embriagado em setembro do ano passado. Ele retornou em abril deste ano. Mas, em acordo com a federação de natação dos Estados Unidos, decidiu ficar de fora do Mundial para ser preservado.

Por essa razão, focou sua atenção no campeonato nacional, que disputa atualmente.

"Me senti normal na piscina hoje. O que foi estranho foi nadar sem barba. Raspei ela hoje e foi muito estranho mergulhar na piscina assim", brincou o nadador, que ainda detém o recorde dos 200 metros borboleta.

No Mundial de 2009, quando os supermaiôs ainda eram permitidos pela Federação Internacional de Natação (Fina), ele marcou 1min51s51. O novo campeão mundial da prova, o húngaro Laszlo Cseh, faturou o título na quarta-feira, em Kazan, com o tempo de 1min53s48.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    nataçãoMichael Phelps

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.