Olivier Morin/AFP
Olivier Morin/AFP

Phelps chega a Londres mais confiante do que estava em Pequim

Nadador americano mudou comportamento e chega na Olimpíada deste ano mais maduro e confiante do que em 2008

O Estado de S. Paulo,

26 de julho de 2012 | 00h51

Há quatro anos Michael Phelps era um homem tenso e calado. O objetivo brutal que se impôs – ser o primeiro atleta a ganhar oito medalhas numa edição dos Jogos Olímpicos – era tudo o que passava pela sua cabeça. Poupou toda a energia que pode, isolou-se de tudo e de todos, caiu na piscina e escreveu a história com suas braçadas incomparáveis. O Michael Phelps de hoje é leve e falante – mas igualmente sedento por vitórias. “Ainda tenho muita vontade de vencer”, disse ontem em sua primeira entrevista em Londres.

A mudança no comportamento do nadador norte-americano salta aos olhos dos colegas que conviveram com ele nos Jogos de Pequim. “Nunca vi Michael falar tanto quanto nesta viagem. Ele está mais maduro, mais preocupado com a equipe, e acho que isso o ajudará a nadar ainda mais rápido”, contou Brandon Hansen, especialista no nado de peito.

Mesmo que Phelps não abrisse a boca, bastaria uma olhada em seu visual para perceber que ele nunca esteve tão descontraído às vésperas de uma competição importante. Ele foi o único da equipe a aparecer na coletiva ostentando um cavanhaque (os outros tinham o rosto raspado), e também usava um traje mais despojado do que o dos colegas. Além disso, exibia um bronzeado que denunciava que não passou o tempo todo dentro d’água e sem relaxar.

Mas a nova postura tem limites. Assim como fez em Pequim há quatro anos, ele não vai participar do desfile na cerimônia de abertura. “Eu adoraria participar, mas começo a competir no dia seguinte e não posso ficar cinco horas em pé.”Embora nas seletivas norte-americanas tenha conseguido vaga para participar de oito provas, ele decidiu que vai nadar “apenas” sete. A prova da qual abriu mão é a dos 200m livre. Phelps vai cair na água para disputar quatro eventos individuais (100m borboleta, 200m borboleta, 200m medley e 400m medley) e três revezamentos (4x100m livre, 4x200m livre e 4x100m medley).

Nas duas Olimpíadas de que participou, Phelps ganhou medalha nas 16 provas que disputou. Foram 14 de ouro e duas de bronze. Depois que encerrar sua participação em Londres ele vai se aposentar. Aos 27 anos, o maior nadador de todos os tempos quer mudar sua rotina. “Quero ver algo além de piscinas e hotéis quando estiver viajando.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.