Bernd Thissen/EFE
Bernd Thissen/EFE

Phelps culpa falta de treinos por derrota nos 200 m livre

Americano campeão olímpico avisa que aceitará o resultado 'por enquanto' e admite não estar feliz

AE-AP, Agência Estado

28 de julho de 2009 | 14h20

Considerado o maior nadador de todos os tempos, o norte-americano Michael Phelps sofreu uma rara derrota nesta terça-feira, durante o Mundial de Esportes Aquáticos, em Roma. Surpreendido pelo alemão Paul Biedermann nos 200 metros livre, ele culpou a falta de treinos pelo resultado.

Veja também:

linkAlemão derrota Phelps nos 200 m livre do Mundial de Roma

linkFina mantém restrições a trajes de competição na natação

"Teoricamente, foi um resultado muito bom para mim. Fiquei a apenas 0s3 do meu melhor tempo, e isso depois de seis meses de férias. É claro que não estou feliz, mas não treinei muito neste ano. Por enquanto, vou aceitar isso. Mas não estou satisfeito", disse Phelps.

Na final desta terça, o norte-americano completou a prova em 1min43s22 - em Pequim, ele conquistou a medalha de ouro com 1min42s96. Biedermann, que ficou com o título em Roma, estabeleceu um novo recorde mundial, com 1min42s00.

A derrota foi a primeira de Phelps nesta prova desde que ele ficou com o bronze na Olimpíada de 2004, em Atenas. Em provas individuais, ele não perdia desde os 100m borboleta do Mundial de 2005.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.