Phelps faz melhor tempo do mundo nos 100m borboleta

Em eliminatórias do Campeonato Norte-Americano de Natação, atleta, que ficou parado dois anos, fez marca de 51s17 em Irvine

Estadão Conteúdo

08 de agosto de 2014 | 15h37

Michael Phelps está de volta. O maior medalhista olímpico de todos os tempos ficou aposentado por menos de dois anos e retornou à natação competitiva em abril. Nesta sexta-feira, mostrou aos críticos que ainda pode ser o mesmo: fez o melhor tempo do mundo no ano nos 100 metros borboleta.

A marca de 51s17 veio nas eliminatórias do Campeonato Norte-Americano de Natação, em Irvine. Quando os trajes tecnológicos ainda eram permitidos, Phelps bateu o recorde mundial em 49s82, em 2009. No mesmo ano, cravou 50s22 para fazer o recorde do nacional.

Como comparação, no ano passado, só o sul-africano Chad le Clos nadou abaixo de 51s17 no Mundial de Barcelona, ficando com o ouro na prova. Os demais melhores tempos da competição foram todos na casa de 51s4 (Laszlo Cseh, Konrad Czerniak e Ryan Lochte). A expectativa é que Phelps baixe a casa de 51s na final, à noite.

A competição em Irvine, que vai até domingo, é fundamental para a natação norte-americana, uma vez que vale como seletiva para diversos eventos, entre eles o Pan-Pacífico deste ano e o Mundial de Kazan (Rússia), no ano que vem. Phelps ainda nada os 100m costas (sábado) e os 200m medley (domingo). Nos 100m livre, foi sétimo.

Tendo como meta os Jogos do Rio/2016, Phelps precisava nadar em Irvine, exigência da federação norte-americana, para seguir elegível para Olimpíada. Famoso pela versatilidade, já que chegava a disputar até oito provas diferentes numa mesma competição, ele tem sido mais econômico neste retorno à natação.

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoMichael Phelps

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.