Phelps pode bater recorde de medalhas olímpicas nesta terça

Se vencer, pelos EUA, duas provas que disputa nesta terça, terá 18 títulos em Jogos

Reuters

31 de julho de 2012 | 11h28

LONDRES - Na ausência de um grande revés ou uma calamidade, Michael Phelps irá conseguir nesta terça-feira um dos poucos recordes que ainda não conquistou na Olimpíada de Londres.

Phelps não nadou nas provas da manhã, mas a equipe dos EUA garantiu sua participação em dois eventos da tarde ao fazer o tempo mais rápido no revezamento 4x200m estilo livre.

O quarteto Charlie Houchin, Matthew McLean, Davis Tarwater e Conor Dwyer cravou a marca de 7min06seg75, quase três segundos mais baixa que a de qualquer outro país.

Normalmente as equipes poupam seus melhores nadadores nas eliminatórias das provas de revezamento, e por isso os norte-americanos devem ser muito mais velozes quando Phelps e Ryan Lochte, vencedor dos 400m medley individual, juntarem forças na final da prova.

Phelps ainda está na disputa dos 200m borboleta na noite desta terça-feira. Se levar as medalhas nos dois eventos, como esperado, irá ultrapassar o recorde de 18 medalhas olímpicas da ginasta soviética Larisa Latynina.

(Por Julian Linden)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.