Pinheiros bate Limeira e força quarto jogo da decisão no Paulistão de basquete

Time da capital ganha fora de casa por 92 a 84 e diminui vantagem do adversário na final

Jornal da Tarde,

12 de janeiro de 2011 | 11h39

SÃO PAULO - Estava tudo pronto para a festa do Limeira/Winner na noite desta terça-feira. Afinal de contas, o time liderava a série decisiva do Campeonato Paulista masculino de basquete, contra o Pinheiros/Sky, por 2 a 0, e jogava a terceira partida em casa. Mas a equipe da capital jogou em Limeira muito melhor do que nas duas primeiras partidas e estragou a festa. Com uma vitória por 92 a 84, o Pinheiros forçou a disputa do quarto jogo da série, nesta quarta, às 18 horas, também em Limeira. Será a segunda oportunidade da equipe do interior de festejar o título em sua casa.

A pressão da torcida do Limeira era grande, mas os jogadores do Pinheiros não se abalaram com ela. Curiosamente, a equipe da capital se sentiu mais à vontade em quadra no território inimigo do que nas duas primeiras partidas, em que atuou em seu ginásio. Embora tenha terminado o primeiro quarto atrás no placar (24 a 22), o Pinheiros jogava bem na defesa e deixava claro para os adversários que seria muito complicado derrotá-lo.

No segundo quarto, o jogo continuou muito equilibrado, mas os visitantes conseguiram chegar ao intervalo na frente (41 a 38). Na terceira parcial a história foi exatamente a mesma: com a tensão tomando conta da quadra, os times se alternaram no placar. Ao final, 68 a 67 para a equipe da casa.

O Limeira esperava que a pressão de sua torcida desequilibrasse o jogo no quarto decisivo, mas não foi o que aconteceu. Com muito sangue frio, o Pinheiros conseguiu pela primeira vez na partida abrir uma vantagem segura no placar e os desesperados arremessos da equipe de Limeira nos minutos finais foram inúteis.

"A gente conseguiu, ao contrario dos outros dois jogos, defender-se bem no primeiro tempo, e essa foi nossa vantagem", afirmou o ala Marquinhos, do Pinheiros. "O nosso diferencial foi acreditar durante os 40 minutos", afirmou o armador argentino Figueroa, um dos destaques do time da capital nesta terça. "Fomos regulares durante os dois primeiros jogos e hoje (terça) tivemos uma defesa forte", completou o argentino, que terminou a partida com 18 pontos e sete assistências.

O cestinha do duelo foi Diego, do Limeira, com 23 pontos. O ala elogiou o desempenho do time adversário, mas também apontou os erros de sua equipe. "O time deles conseguiu realizar um bom ataque, mas também em função da nossa defesa."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.