Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Pinheiros reúne medalhistas do Pan após campanha histórica em Lima

São 45 pódios dos competidores do clube, sendo 17 medalhas de ouro, 15 de prata e 13 de bronze

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

04 de setembro de 2019 | 23h32

O Clube Pinheiros reuniu na noite desta quarta-feira seus atletas e integrantes de comissão técnica que estiveram na disputa dos Jogos Pan-Americanos, em Lima. Na ocasião, o principal formador de atletas olímpicos do País obteve uma campanha histórica, com 45 pódios dos competidores do clube, sendo 17 medalhas de ouro, 15 de prata e 13 de bronze.

Coube a Francisco Barretto Junior, da ginástica artística, falar em nome de todos os competidores. "A gente sabe que não é fácil ser atleta no Brasil. Eu cheguei ao clube em 2014 e vi o quanto o Pinheiros é importante para o esporte olímpicos", comentou o atleta em seu discurso improvisado. No Pan de Lima, ele conquistou três medalhas de ouro.

 

No Peru, a contribuição do clube para o Time Brasil foi relevante. O País também obteve uma campanha história, com 171 medalhas no total e ficando na segunda posição no quadro de classificação geral. Desse montante, o Pinheiros participou com 26,3% do total de medalhas e o próprio clube divulgou que, se fosse um país, ficaria na oitava posição no quadro de medalhas.

O evento contou com medalhistas da natação, atletismo, ginástica artística, esgrima, judô e polo aquático. Cada atleta foi chamado ao palco e muitos ostentavam mais de uma medalha no pescoço. As únicas modalidades que foram ao pódio no Pan e não tinham representantes foram o handebol, que tem o atleta Rudolph Hackbarth, e o levantamento de peso, com Fernando Reis. Ambos não puderam estar no evento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.