Paul Hacket/Reuters
Paul Hacket/Reuters

Pira olímpica muda de lugar dentro do Estádio Olímpico

Chama deixou o centro do gramado e foi deslocada para perto do sino de abertura

AE-AP, Agência Estado

30 de julho de 2012 | 06h26

Acendida no meio do gramado do Estádio Olímpico durante a Cerimônia de Abertura dos Jogos de Londres, sexta-feira, a pira olímpica já foi transferida de lugar, para que as competições esportivas transcorram sem problemas. Apenas quem for ao Estádio, a partir de sexta-feira, quando começa o atletismo, poderá ver a pira.

De acordo com nota emitida pelo Comitê Organizador Local nesta segunda-feira, a pira olímpica deixou o centro do gramado e foi deslocada para perto do sino de abertura. Para que fosse feita a transição, a chama foi retirada da pira e colocada em uma tocha enquanto a pira era transferida para o extremo sul do Estádio Olímpico.

A forma com que ela foi acendida surpreendeu a todos na sexta-feira. As casas de apostas oficiais britânicas apontaram diversas opções de ex-atletas e celebridades - até mesmo o príncipe Willian -, mas a pira acabou sendo acendida por oito atletas adolescentes, que receberam o fogo olímpico de ex-medalhistas olímpicos da Grã-Bretanha.

No domingo, quando houve a transição, ela foi reascendida por Austin Playfoot, um portador da tocha olímpica nos Jogos de 1948, na segunda e última vez que a Olimpíada aconteceu em Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.