Pista nova traz GP São Paulo de volta ao Ibirapuera

Em 2008, a comunidade atlética comemorou: depois de 12 anos, a cidade recebia um Grande Prêmio. Mas a festa durou pouco. Após aquele ano, novo hiato ocorreu, por causa das péssimas condições da pista do Ícaro de Castro Mello. Hoje, a partir das 8h30, o Ibirapuera volta a ter um torneio de atletismo, ao custo de R$ 1,1 milhão. Nomes como a campeã olímpica Maurren Maggi e o velocista britânico Dwain Chambers vão estrear o novo piso azul, idêntico ao do Estádio Olímpico de Berlim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.