Pistons alcança 10.ª vitória consecutiva ao derrotar Wizards

Destaque da equipe de Detroit é Richard Hamilton, que marca 20 pontos na vitória por 106 a 93

Reuters,

03 de janeiro de 2008 | 09h16

O Detroit Pistons acumulou na noite de quarta-feira sua 10a vitória consecutiva, ao derrotar o Washington Wizards por 106 a 93. O Detroit manteve uma vantagem confortável por todo o segundo tempo e teve sete jogadores com 10 ou mais pontos, ampliando sua maior sequência de vitórias na NBA desde uma série de 11 jogos sem derrota há dois anos. "Sempre que você chega a uma situação como a que estamos agora, é porque você encara um jogo de cada vez", disse o técnico do Detroit, Flip Saunders. O Pistons, que tem uma recente margem de vitória de 16,8 pontos, não chegou a ser ameaçado pelo Wizards. "O primeiro quarto acho que foi muito bem, mas não fizemos muita coisa depois disso", disse o treinador do Washington, Eddie Jordan. O Detroit conseguiu uma arrancada de 10 pontos para abrir vantagem de 57 a 47 no intervalo da partida, e não permitiu que o Wizards diminuísse a diferença ao acertar 11 de 22 arremessos de três pontos. Richard Hamilton foi o cestinha do Pistons pelo sexto jogo seguido, ao marcar 20 pontos, subindo para 10.º lugar na lista dos maiores pontuadores na história da equipe. Ele ainda fez nove assistências e pegou sete rebotes. Caron Butler teve 22 pontos, sete rebotes e seis assistências pelo Wizards. Veja os resultados da NBA nesta quarta-feira: Detroit Pistons 106 x 93 Washington Wizards Chicago Bulls 109 x 97 Charlotte Bobcats New Jersey Nets 96 x 95 Orlando Magic Cleveland Cavaliers 98 x 94 Atlanta Hawks Memphis Grizzlies 90 x 72 Indiana Pacers Boston Celtics 97 x 93 Houston Rockets Sacramento Kings 107 x 97 NY Knicks Milwaukee Bucks 103 x 98 Miami Heat Portland Trail Blazers 90 x 79 Minnesota Timberwolves Dallas Mavericks 121 x 99 Golden State Warriors Utah Jazz 110 x 107 Philadelphia 76ers New Orleans Hornets 95 x 81 LA Clippers

Tudo o que sabemos sobre:
NBADetroit PistonsWashington Wizards

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.