Pistorius tenta liberdade provisória

O atleta sul-africano Oscar Pistorius vai fazer hoje um novo pedido de pagamento de fiança para poder responder em liberdade provisória ao processo no qual é acusado de ter assassinado a sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp. Ele deixará a delegacia onde está detido desde quinta-feira e será levado ao Tribunal de Pretória para apresentar a sua defesa. Na primeira audiência, realizada na última sexta-feira, Pistorius teve o pedido de pagamento de fiança negado.

PRETÓRIA, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2013 | 02h06

O atleta é o único suspeito. Investigações preliminares apontam que na hora do crime apenas ele e a namorada estavam na sua mansão, local do assassinato. É capaz que a decisão do juiz sobre o pedido de liberdade provisória não saia hoje. Mesmo assim, se a solicitação não for aceita, Pistorius ainda poderá apelar em instâncias superiores.

Em entrevista ao jornal britânico The Times, a mãe de Reeva Steenkamp, June, pediu justiça. "Tudo que temos agora é essa horrível morte para lidar. Tudo o que queremos são respostas. Respostas sobre o motivo que levou isso a acontecer e o que levou nossa bela filha a morrer assim", disse June.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.