Polícia confirma 100 prisões em protesto na abertura

Grupo de manifestantes entrou em conflito com a polícia local durante protesto por melhores ciclovias em Londres

AE-AP, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 09h19

LONDRES - Mais de 100 pessoas foram presas na última sexta-feira, em Londres, em um protesto realizado durante a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. A polícia inglesa confirmou as prisões neste sábado. A Scotland Yard informou que os grupos de manifestantes foram detidos nas proximidades do Parque Olímpico, sob a suspeita de terem violado regras existentes para manifestações públicas e de causarem distúrbios à comunidade local.

Transitando por meio de bicicletas, os manifestantes presos durante o protesto foram identificados como membros de um clube de ativistas, que se reúnem mensalmente para passeios coletivos a bordo deste tipo de veículo de passeio.

Uma ordem policial havia proibido os manifestantes de entrar na área do Parque Olímpico durante a cerimônia de abertura, que começou às 17 horas (de Brasília) desta sexta e durou 3h45min. Porém, os ativistas avançaram com suas bicicletas e ultrapassaram o cordão de segurança.

Após a invasão, os policiais entraram em conflito com os manifestantes, que cobram a construção de melhores vias para eles transitarem em Londres e mais respeito aos ciclistas. Viaturas da polícia bloquearam a passagem de dezenas de manifestantes, segundo a Scotland Yard. Não foi relatada a ocorrência de nenhum ferido mais grave após o protesto.

A polícia informou que alguns dos detidos seguiram presos nos seus quartéis, enquanto outros foram libertadores mediante pagamento de fiança, mas a Scotland Yard não forneceu maiores detalhes sobre as prisões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.