Stephane Mahe/Reuters
Stephane Mahe/Reuters

Polícia dispara contra carro perto da chegada na Volta da França

Diretor da prova afirma que caso não deve afetar fim do torneio

Estadão Conteúdo

26 de julho de 2015 | 10h46

Agentes da polícia de Paris abriram fogo neste domingo contra um carro que tentou romper as barreiras da rota da Volta da França, disse um membro da polícia parisiense, cerca de oito horas antes da mais tradicional prova do ciclismo mundial chegar à capital do país para concluir a etapa final.

O carro com seus dois ocupantes aparentemente escapou ileso após os disparos na Praça da Concórdia, onde os ciclistas dão suas últimas voltas para encerrar a corrida, explicou Luc Poignant, porta-voz da policia, que ainda buscava as pessoas que estavam no veículo.

O diretor da Volta da França, Thierry Gouvenou, disse não ter muitas informações sobre o incidente, mas declarou não esperar que a ocorrência tenha qualquer efeito sobre a conclusão da prova.

A última da Volta da França está programada para começar às 11h35 (horário de Brasília) em Sevres, uma cidade ao sudoeste de Paris. A estimativa é de que os ciclistas cheguem à capital por volta das 12h30 para dar dez voltas na Champs-Elysées, antes de terminar na Praça da Concórdia em torno das 14 horas. Centenas de milhares de pessoas se reúnem a cada ano na Praça da Concórdia e na Champs-Elysées para acompanhar a etapa final da Volta da França.

Os agentes estavam terminando de colocar as barreiras para a prova quando o carro tentou "furar" o espaço reservado para a Volta da França. A polícia, então, abriu fogo contra o veículo, que escapou, disse Poignant. Nenhum agente ficou ferido.

Tudo o que sabemos sobre:
ciclismoVolta da Françatiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.