Reprodução
Reprodução

Motorista que atropelou três atletas dos Jogos Europeus é preso

Uma das vítimas, de 15 anos, está em coma induzido

Estadão Conteúdo

13 de junho de 2015 | 12h00

A polícia de Baku prendeu neste sábado o motorista do ônibus que atropelou três atletas austríacas do nado sincronizado dos Jogos Europeus, que estão sendo disputados na capital do Azerbaijão. Uma das atletas, de apenas 15 anos, sofreu diversas fraturas e está em coma induzido em um hospital de Viena, na Áustria.

Veli Ahmadov, o motorista do ônibus que presta serviços para a organização do evento, é suspeito de dirigir sob efeito de álcool. Um processo criminal será aberto contra ele, afirmaram procuradores e o ministro do interior do Azerbaijão, neste sábado. A empresa de transporte, Bakubus, também pode sofrer processo por causa do acidente.

Os organizadores dos Jogos Europeus afirmaram que vão investigar acusações de que funcionários e colaboradores do evento estariam trabalhando alcoolizados. Um dos dirigentes dos Jogos, Simon Clegg disse que estas alegações "são muito sérias" e que "serão investigadas imediatamente".

No entanto, ele ressaltou que ainda não há evidências de que o motorista estaria dirigindo embriagado. "Não há absolutamente nenhuma indicação neste momento de que o álcool tenha sido o responsável por este trágico incidente", declarou Clegg.

O acidente foi flagrado por uma câmera de vídeo, que mostra o veículo fazendo uma curva fechada em alta velocidade, subindo na calçada e atingindo várias atletas. Uma delas é arrastada por vários metros.

Vanessa Sahinovic foi quem se machucou no choque. Ela sofreu muitas fraturas e precisou ser submetido a seguidas cirurgias, de acordo com o porta-voz do hospital. A atleta, contudo, não correria risco de morte.

Luna Pajer e Verena Breit, suas colegas na equipe de nado sincronizado, também foram atingidas no acidente. Pajer sofreu fraturas no cotovelo e Breit escapou apenas com contusões.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Europeusacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.